Google vai apagar o Panoramio No mesmo dia em que a Google anuncia o Google My Maps foi também anunciado o fim do Panoramio. Depois de 9 anos a alimentar o Google Maps com imagens georreferenciadas de todo o mundo, eis que o Panoramio será substituído pelo Google Maps Views.

Google vai apagar o Panoramio

por quinta-feira, 25 de setembro de 2014
Panoramio

No mesmo dia em que a Google anuncia o Google My Maps foi também anunciado o fim do Panoramio. Depois de 9 anos a alimentar o Google Maps com imagens georreferenciadas de todo o mundo, eis que o Panoramio será substituído pelo Google Maps Views.
Desde o lançamento do Google+ que a Google pretende que todos os seus produtos orbitem em torno da sua rede social. O Views será a nova casa de todas as imagens existentes no Panoramio, desde que os respetivos autores assim o permitam.

Panoramio

Um anúncio inesperado

Este anúncio foi emitido pelo googler Evan Rapoport no fórum de ajuda do Panoramio e reforçado pelo vice-presidente do Google Maps, gerando de imediato uma grande polémica à volta desta decisão.

Um dos utilizadores do Panoramio comenta da seguinte forma: “... Panoramio é um site onde as pessoas de todos os países do mundo se juntam e fazem amizades através das suas fotos e dos seus comentários… o Panoramio promove a Amizade Internacional e por isso é muito importante que o serviço continue a qualquer custo…”
De uma forma geral é este o sentimento dos utilizadores que se sentem profundamente dececionados com esta decisão da Google.

A decepção

O problema não está tanto na mudança para outra plataforma mas antes no desmembramento da comunidade. A Google pretende que os seus utilizadores transfiram as suas imagens para o Views, prometendo transferir a contagem de visualizações de cada imagem mas o que fica para trás é o mais importante. A Google não vai transferir os comentários das imagens e a comunidade do Panoramio foi construída graças a esses comentários. Muitos utilizadores criaram laços de amizade, desenvolveram as suas capacidades de fotógrafo e alguns casaram graças ao Panoramio.

Sentimento de revolta

O sentimento é de revolta e as vozes fizeram-se ouvir junto dos três espanhóis, Joaquin Cuenca Abela, Jose Florido Conde e Eduardo Manchón Aguilar, que em outubro de 2005 fundaram o Panoramio.com. Os três fundadores criaram uma petição a pedir à Google para não acabar com a comunidade. “Desde que a Google anunciou o encerramento do Panoramio nós, os fundadores do Panoramio, recebemos centenas de mensagens de utilizadores de todo o mundo que querem manter viva a Comunidade Panoramio”. É assim que começa o texto da petição e após 48 horas já conta com cerca de 3000 assinaturas.

Falsa esperança?

Eu já assinei aquela petição, porque é muito importante para aqueles que pertencem a esta comunidade mas isto poderá ser uma falsa esperança. Os googlers já demonstraram por diversas vezes que não atendem aos pedidos dos seus utilizadores. Também já demonstraram que não têm qualquer sensibilidade para questões sociais, comunitárias ou de privacidade, como foi exemplo o desastre do Buzz. Ainda para mais, a lista de produtos encerrados pela Google já vai longa e o Panoramio.com já faz parte dela.

Até junho de 2015

Embora a Google não tenha determinado a data para o “apagão” podemos antever que será próximo do mês de junho de 2015. Em 4 de junho de 2014 foi publicado um artigo no Geo Developers Blog a anunciar o encerramento das API JavaScript Weather e Panoramio para o próximo dia 04 de Junho de 2015.

As vantagens e as desvantagens

O Google Maps Views está preparado para as atuais necessidades de mobilidade, ao contrário da estrutura desatualizada do Panoramio, e promete seguir os mesmos princípios do seu antecessor. No entanto, a fonte de imagens que “abastece” o Views e o novo Google Maps é de alguma forma dispersa. Ou seja, todas as fotografias georreferenciadas existentes no Google+ ou Picasa em álbuns partilhados publicamente, que respeitem os critérios de seleção da Google e cuja localização esteja marcada como partilhada são potenciais candidatas a aparecer no Views. Quer isto dizer que a comunidade de utilizadores do Panoramio vai ficar dispersa na rede social da Google. Não haverá mais um espaço próprio para a comunidade. Haverá pessoas dispersas pelas diversas comunidades existentes no Google+. Isto irá acabar com a identidade da comunidade Panoramio.

Quem não quiser que as suas fotografias sejam publicadas no Google Maps ou no Views devem optar por não partilhar a localização das suas fotografias.

É certo que tudo deve ter uma evolução. Também é certo que o Panoramio.com não está preparado para as tendências da mobilidade. Mas também é certo que ao final de 9 anos a comunidade Panoramio construiu algo de importante para milhões de pessoas no mundo. Durante mais de 7 anos a Google granjeou muita popularidade para o Maps graças a esta comunidade. O mínimo que poderá ser feito agora é lutar para que as histórias e memórias existentes no Panoramio não sejam apagadas para sempre.


Miguel Marnoto

A minha especialização no Google Maps e na sua API JavaScript v3 é uma consequência do gosto pelos mapas e o reconhecimento da importância que o serviço Google Maps tem hoje no dia-a-dia das pessoas.

0 comentários para " Google vai apagar o Panoramio "