Google My Maps está de volta e revigorado O My Maps permite a criação de mapas personalizados que poderão ser partilhados ou incluídos em páginas web.

Google My Maps está de volta e revigorado

por quarta-feira, 24 de setembro de 2014
My Maps

O My Maps permite a criação de mapas personalizados que poderão ser partilhados ou incluídos em páginas web.
Este serviço já existia na anterior versão clássica do Google Maps.
Entretanto foi retirado e surge agora revigorado e com novas funcionalidades.

Em março de 2013 é lançado o Google Maps Engine Lite, uma versão menos robusta do Google Maps Engine dirigida ao setor empresarial. Nessa altura, a Google pediu aos utilizadores do My Maps para exportarem os seus mapas para a plataforma Maps Engine Lite. Esta comunicação deixava antever que o serviço My Maps iria sofrer alterações.

Após a última grande alteração na imagem e funcionalidade do Google Maps, que ocorreu no início deste ano, a Google retirou o serviço My Maps. Ao que parece não terá sido uma jogada de sucesso, talvez porque muitas pessoas não sabiam onde procurar o Maps Engine Lite.
Agora é anunciada a nova versão My Maps, que não é mais do que um novo nome para o Maps Engine Lite. Ainda bem que surge esta alteração de nome. My Maps ou Meus Mapas assenta melhor para o fim a que se destina e as pessoas identificam-se melhor com este nome.

My Maps

As novidades

À semelhança do que já acontecia anteriormente é possível criar um mapa para guardar a localização de pontos de interesse e trajetos de condução, adicionar fotografias e vídeos. Agora também é possível partilhar os mapas da mesma forma que partilhamos os Documentos do Google, importar localizações a partir de uma folha de cálculo ou organizar os marcadores por camadas.
Esta nova versão vem acompanhada da aplicação My Maps para Android que permite a visualização, correção ou adição de mapas.

Notas importantes a reter:

  • Após a importação dos mapas antigos para a nova versão, não será mais possível visualizar os mapas na versão clássica.
  • Os mapas personalizados ficam disponíveis na aplicação Meus Mapas para Android, mas não é possível visualizá-los na aplicação Google Maps para Android ou na aplicação Google Earth para iOS.

Começar a utilizar O Meu Mapa

Primeiramente é necessário iniciar sessão na conta Google.

Para os novos utilizadores basta entrar na página https://www.google.com/maps/d/, escolher a opção "Criar um novo mapa" e começar a utilizar o My Maps.

Para quem utilizava a versão anterior do My Maps e ao aceder à página de início será convidado a fazer a atualização para a nova versão. Este é um processo que demora alguns segundos e só é necessário escolher a opção "Atualizar agora".

De seguida surge uma janela de pedido de confirmação para a atualização do My Maps. Se tens a certeza que queres atualizar é só escolher a opção "Atualizar".

Quando o processo estiver concluído surgirá a mensagem de confirmação da atualização.

My maps

A partir daqui podes visualizar os teus mapas já existentes ou adicionar novos mapas.

Como aceder aos mapas personalizados

A Google deve ter considerado que agora o Maps Engine Lite atingiu a maturidade necessária e dá ao My Maps o destaque que merece.
Para aceder ao My Maps basta entrar no Google Maps normal, clicar na caixa de pesquisa e de seguida em "O meu mapa" que aparece abaixo da caixa de pesquisa.

Update My Maps

Seguidamente podes visualizar os teus mapas já existentes através do link "Experimente fazer um mapa personalizado" ou iniciar de imediato a criação de um novo mapa através do botão "Criar".

My Maps

Perguntas frequentes

O novo Meus Mapas na versão gratuita está limitado a 2500 pontos, linhas ou formas. Só pode utilizar até 5 camadas para organizar os marcadores e está limitado a 2500 visualizações diárias.
ACTUALIZADO (5 de Dezembro 2014) A partir de agora o Google My Maps Pro passa a ser gratuito. Os limites anteriormente referidos passam a ser os seguintes: 10 000 pontos, linhas ou formas, 10 camadas por mapa, e 25 000 visualizações diárias.
É aconselhável a consulta das perguntas frequentes do novo Meus Mapas. Assim como a listagem completa dos limites de utilização na tabela "compare as edições do My Maps".

O My Maps é excelente para planear a próxima viagem de férias ou para partilhar pontos de encontro com amigos.
As pequenas ou médias empresas podem utilizar o My Maps para indicar a sua localização, com a inclusão de um mapa na página de contactos do seu web site.
As ideias para novos mapas são quase ilimitadas e a Google disponibiliza uma galeria de exemplos para a utilização do novo My Maps.

Agora é hora de começar a mapear... e partilhar!

A secção de comentários está aberta à partilha de links para os teus mapas.


Miguel Marnoto

A minha especialização no Google Maps e na sua API JavaScript v3 é uma consequência do gosto pelos mapas e o reconhecimento da importância que o serviço Google Maps tem hoje no dia-a-dia das pessoas.

0 comentários para " Google My Maps está de volta e revigorado "